Recents in Beach

Esse é o grande motivo pelo qual rolam tretas nas mesas de RPG...

Bom dia, RPGistas! Hoje falo sobre um assunto interessante, sobre o qual sempre sou perguntado, mas que nunca aconteceu com tanta frequência comigo. E esse assunto é: por que há tanta treta nas mesas de RPG?

E vale lembrar que, ao falar treta aqui, digo a briga entre amigos e conhecidos que giram em torno dos personagens, da história e das mesas de RPG. É estranho pensarmos que pessoas que são amigas e já se conhecem briguem tanto por causa de um jogo de RPG, correto? Parece não fazer sentido se todos são amigos. E mesmo assim vemos isso acontecer de novo e de novo e de novo.

Por esse motivo, sempre penso muito sobre o assunto. E a resposta está justamente no elemento humano do RPG. Uma das coisas mais bonitas e interessantes desse jogo que amamos tanto é justamente o seu lado humano e imaginativo, a capacidade que ele tem de juntar as pessoas, de gerar um ambiente social gostoso, que nos permite criar e relaxar. No entanto, esse mesmo lado humano tem outros problemas, trazidos também pela nossa própria natureza.



E do que falo aqui no artigo de hoje? Bem, falo sobre a questão do EGO, que é, naturalmente, uma questão humana. Se pensarmos em todas as características de um mal jogador de RPG ou de um mal mestre de RPG, veremos que tudo se conecta com essa questão do ego e, no caso específico do mestre, com a questão do poder, de abusar do poder que tem justamente por causa do ego.

Pense bem, normalmente um mestre ruim é vingativo: gosta de usar os personagens para se vingar de coisas que os jogadores fizeram fora do jogo. Ou quer controlar completamente a narrativa e fica irritado quando os jogadores querem fazer algo diferente, etc. De mesmo modo, os jogadores ruins, de um modo geral, sempre querem ferrar com o grupo, sempre querem fazer algo de diferente ou querem que toda a história gire em torno de seu personagem, sentindo inveja caso o personagem de um outro jogador seja o principal.

Como fica bem nítido, todas essas questões giram justamente em torno do ego. São pessoas que, de um modo geral, procuram no RPG por uma afirmação que não possuem na vida real. E isso pode ser um problema. Mas isso não significa que sejam pessoas ruins, maus amigos, etc. Muitas vezes essas ações acontecem de forma inconsciente. E conversar sobre esses comportamentos pode ajudar essa pessoa a melhorar, além de fazer a mesa a ter uma ambiente muito mais saudável.

Por isso mesmo, quis fazer esse artigo, para que as pessoas possam usá-lo como uma peça de reflexão sobre esse assunto que, para mim, é para lá de importante!

Postar um comentário

0 Comentários