Recents in Beach

Sociedade do Anel processa Gandalf por maus tratos após descobrirem que podiam utilizar as águias o tempo inteiro


Alguns anos após a empreitada que levou à derrota de Sauron, membros da famosa Sociedade do Anel fizeram um pedido oficial ao Rei Aragorn II, filho de Arathorn, para que seja aberta uma investigação e processo sobre o que está sendo chamado em Gondor de "O Caso Mithrandir", nome pelo qual Gandalf, o Branco, é conhecido na Região.

Segundo os aventureiros, durante partes muito perigosas da viagem, o mago teve diversas oportunidades de chamar as águias para auxiliar o grupo em sua empreitada, colocando-os conscientemente em perigo, por exemplo, ao tentarem atravessar o Passo do Chifre Vermelho, em Caradhras, e também as terríveis Minas de Moria.



"É simplesmente absurdo! Nós quase morremos, tanto nas montanhas quanto em Moria. O velho não queria saber da gente, só queria matar o tal do Balrog pra subir de nível"

Revelou Merry, irritado, alegando ainda que, não fosse pelos Ents, ele e Pippin certamente teriam um final trágico. Faramir também se pronunciou sobre o processo, magoado com o tratamento dado a seu irmão, Boromir.

"Sem essa viagem maluca pelas montanhas meu irmão nunca teria morrido. O mago foi manipulador, preferiu cortar custos a pedir o favor das águias e isso resultou na morte de um dos grandes heróis de Gondor"

Revelou ele, exigindo que Gandalf seja acusado, no mínimo, por homicídio culposo, em que não se tem a intenção de matar. As autoridades de Minas Tirith estão confusas. Afinal, o mago branco já deixou a terra-média e, por isso, estaria fora de qualquer jurisdição.

Postar um comentário

0 Comentários