Recents in Beach

Série de Senhor dos Anéis deve se passar na Segunda Era. O que isso significa? (E mais notícias na matéria)


Bom dia, RPGista!! Temos algumas notícias muito legais sobre a série da Amazon Prime que se passará na Terra-Média. Será que ela vai conseguir nos trazer aquele gostinho deixado pela Trilogia do Peter Jackson? Não sei, mas temos novas informações. Segundo declarações de Tom Shippey, consultor da série, para um site alemão (veja aqui a entrevista em inglês), é provável que a primeira temporada tenha 20 episódios.


E ainda segundo ele, a série deve se passar na Segunda Era. E procurará dar respostas a questões não respondidas por Tolkien. Na entrevista, ele fala especificamente sobre esse período temporal e sobre os eventos principais que ocorrem nele, como a invasão de Sauron a Eriador. E então revela um pensamento que pode ser potencialmente preocupante:

Onde estava ele (Sauron) quando Morgoth foi derrotado? Teoricamente, a Amazon pode responder essas questões, inventando as respostas, já que Tolkien não as descreveu. Mas nada pode contradizer o que Tolkien disse. É nisso que a Amazon precisa prestar atenção. Precisa ser canônico, é impossível mudar os limites do que Tolkien criou, é necessário que tudo se mantenha 'tolkeniano'

Enfim, essa declaração traz sim uma informação muito legal, de que a série buscará preencher um certo espaço temporal sobre o qual não possuímos informações (e que tomará cuidado para não "cruzar limites"). Por outro lado, isso dá muito poder para que tenhamos um representação não tão boa de personagens e vilões clássicos. Afinal, pode-se inventar toda uma nova história a respeito de Sauron até então inexistente. E nada garante que isso será feito de forma correta. Como toda série precisa de ganchos emocionais, etc, confesso que temo que eles tentem "humanizar" Sauron, algo que nunca deveria acontecer, por sua figura ser basicamente uma "incarnação do mal" na trilogia original. Se tentarem explicar demais suas motivações, para dar um caráter mais humano, corre-se o risco de ele ser diminuído como vilão em Senhor dos Anéis, de perder o seu simbolismo.


Além disso, de um modo geral, a própria qualidade de escrita de autores genais, como Tolkien, raramente podem ser igualada por roteiristas, como vimos acontecer quando Peter Jackson buscou alongar a história de O Hobbit e quando os roteiristas de Game of Thrones precisaram escrever sem o auxílio do material original.

Mas enfim, essas são só algumas informações e considerações a respeito. Torço muito pelo sucesso do projeto, mas fiquei um pouco receoso com a notícia! E vocês, que expectativa possuem?

Postar um comentário

0 Comentários