Recents in Beach

Cofre com mais de mil anos da Era Viking é encontrado e nos ajuda a entender melhor a época

A ex-policial Kath Giles realizou uma enorme descoberta com o seu detector de metais na Ilha de Man, no Reino Unido. Ela descobriu uma espécie de "cofrinho" Viking que continha 87 moedas de prata, enterradas provavelmente por volta de 1000 a 1035. d.C. A coleção possui diversas moedas diferentes, que nos ajudam a entender mais sobre a economia da época, já que dão uma visão melhor das trocas que aconteciam entre muitos povos pela região do Mar da Irlanda na Era Viking.


Por exemplo, alguns dos itens encontrados, além das moedas, foram 13 braceletes de prata, que também eram utilizados como uma forma de moeda na época.

Allison Fox, a curadora da parte de arqueologia do Museu Manx, na Ilha de Man, considerou as peças uma "descoberta maravilhosa". E, hoje, todas elas podem ser observadas no museu.

As peças do tesouro em exposição no Museu Manx


Como moedas nos ajudam a entender melhor os períodos históricos?

As moedas desse "pequeno cofre" Viking serão estudadas e nos revelarão mais coisas sobre o período. No entanto, como isso é possível? Como as moedas nos ajudam nessa empreitada?  Bem, acontece que elas são importantes rastros históricos, que nos apontam para muitos elementos que formam uma determinada época. Em geral, nas moedas, os povos costumavam colocar a face de seus reis ou líderes, além também de divindades ou locais importantes para aquela região. As moedas, por rodarem o mundo, funcionavam também como uma espécie de "forma de marketing", em que um determinado povo poderia estampar para o resto do mundo coisas importantes de sua cultura.


Um grande exemplo disso até hoje é a cidade de Rodes, que, na Grécia Antiga, construiu o famoso Colosso de Rodes, considerado uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo. Até hoje, não se tem certeza de como era a estátua ou até mesmo de como era sua face. Todavia, ela era uma homenagem ao Deus do Sol, Helios. E temos, em uma das moedas de Rodes, justamente uma imagem do rosto de Helios. Logo, embora não se possa ter certeza, essa é uma boa pista de que essa era a forma como o deus era representado na época, o que indica que o famoso colosso provavelmente seguiria a mesma representação. E isso, naturalmente, dá-nos uma enorme pista sobre a aparência da estátua.

Moedas antigas de Rodes, com o rosto do Deus Helios, por Cgb (via Wikicommons)

Fontes:  BBC e Museu Manx
Imagens: Wikicommons e Museu Manx

Postar um comentário

0 Comentários